fbpx

Crochê é uma terapia ocupacional?

Crochê é uma terapia ocupacional?

Em primeiro lugar, o crochê é uma terapia ocupacional.

Sim.. muitos não sabem de todos os benefícios que os crochê e as artes manuais tem, vou contar a vocês.

Ano passado terminei minha Pós Graduação em Gestão Empreendedora.

E a missão do nosso TCC era fazer um plano de negócios de uma empresa. Dou um doce para quem acertar sobre qual empresa resolvi escrever.

Sim, o Ponto sem Nooh virou um Plano de Negócios, o que em termos administrativos foi muito interessante para mim.

Mas não era só a parte administrativa que eu queria destrinchar.

Eu realmente levei a sério como se fosse realmente apresentar a minha empresa a alguém e mostrar qual o valor que o crochê tinha.

Dessa forma, fiz um texto de apresentação da nossa atividade. Vou dividir com vocês.

Você conhece o crochê como Terapia Ocupacional?

Em primeiro lugar, uma introdução:

Em um mundo globalizado em que a internet e as redes sociais nos deixam tão conectados, vemos o artesanato reaparecer com força total em todos os sentidos.

Aquelas atividades que antes eram vistas como atividades que a vovó fazia, podemos observar que estão sendo retomadas, pelas netas, filhas, bisnetas.

As vovós continuam como sempre foram, possuidoras de grande conhecimento que hoje vemos sendo passado pra frente de uma forma muito mais ampla.

A internet nos conecta de forma fácil e surpreendente, e é através dela que hoje podemos observar que algumas técnicas que antes era passadas apenas de mães para filhas, avós para netas.

Hoje são passadas de pessoas simples, que se tornam verdadeiras celebridades no ramo e divulgam e ensinam essas técnicas a sua redes de conexões.

Um pouco de história

O foco que observamos é a técnica do crochê, uma técnica encontrada por historiadores na época neolítica.

Ainda feita com as mãos e dedos, feitos por homens para a pesca e caça com fios de fibras, cordas e tecidos.

Hoje o crochê é uma das artes que podemos considerar como terapia ocupacional.

Uma técnica descoberta e aplicada em muitos indivíduos com problemas psiquiátricos graves pela Dra. Nise da Silveira, que viu na arte uma forma de incentivar os seus pacientes a colocar as suas dores e alegrias para fora.

O que é terapia ocupacional?

Segundo o Crefito, terapia ocupacional define-se por:

“área da saúde que promove prevenção, tratamento e reabilitação de indivíduos portadores de alterações cognitivas, afetivas, perceptivas e psico-motoras, decorrentes ou não de distúrbios genéticos, traumáticos ou de doenças adquiridas por meio da utilização da atividade humana como base de desenvolvimento de projetos terapêuticos específicos”

Além disso, a terapia ocupacional não está apenas no mundo daqueles que tem doenças consideradas graves.

Está no mundo daqueles que encontram no artesanato um modo de relaxar, um modo de se livrar das tensões do dia a dia.

E observamos isso ainda mais frequente no mundo de mães, de mulheres com muitas funções que encontram no crochê ou nas técnicas artesanais uma forma de relaxar e criar.

Assim, nos mostra ainda mais que o crochê é uma terapia ocupacional, assim como todas as outras artes manuais.

Se quiser saber um pouco mais

Além disso, pesquisando que eu descobri um pouco mais sobre a nossa artes, se quiser se aprofundar nessas leituras, vou deixar aqui minhas fontes de pesquisas sobre esses assuntos para vocês.

BIERNATH, André. Você precisa conhecer a história de Nise da Silveira. Disponível em <https://saude.abril.com.br/blog/tunel-do-tempo/voce-precisa-conhecer-a-historia-de-nise-da-silveira/>. Acesso em: 21 de maio de 2019.

PEREIRA, Roseli. A história do crochê – da Pré-História ao Século XXI. Disponível em <https://www.youtube.com/wa  tch?v=Bb1W013QDXQ>. Acesso em: 20 de maio de 2019

PORTAL DA EDUCAÇÃO. A história do crochê. Disponível em <https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/conteudo/a/62581%3e%20>. Acesso em: 20 de maio de 2019

VELOSO, Amanda Mont’Alvão. Quem foi Nise da Silveira, a mulher que revolucionou o tratamento da loucura no Brasil. Disponível em <https://www.huffpostbrasil.com/2016/04/19/quem-foi-nise-da-silveira-a-mulher-que-revolucionou-o-tratament_a_21701186/>. Acesso em: 21 de maio de 2019.

Lógico, muito do que escrevi também foi observando e entendendo um pouco o nosso artesanato, e digo que me sinto muito feliz em fazer parte de tudo isso.

Um convite

Por fim, se você chegou até aqui, é porque de alguma maneira já faz parte do mundo do crochê ou mundo do artesanato.

E esta aqui em busca de dicas de crochê.

Portanto aproveito para te fazer uma proposta, convide outras pessoas a fazerem parte do nosso mundo.

Já contei em outro post – Como aprender crochê ou tricô online

Assim também já deixei dicas de Projetos Mensais bem legais em dois posts Parte 1 e Parte 2.

E toda semana tenho divulgado para vocês projetos gratuitos de profes maravilhosas nos nossos Resumões da semana, que você pode conferir direto na Categoria aqui do lado – Você não pode perder!

São PAP de crochês, de peças simples e fáceis de reproduzir.

Tenho certeza que vocês vão adorar!

Você já usa o crochê ou algum artesanato como terapia ocupacional?

Me conta aqui nos comentários… vou adorar saber!

Um bjo grande,

Renata

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.